NTE 03 promove o 5º Encontro Estudantil da Chapada Diamantina

Foto_materia

Na última sexta-feira (10/11) aconteceu o 5º Encontro Estudantil da Chapada Diamantina. Foi um dia repleto de apresentações dos estudantes de toda a rede estadual da Chapada.

A programação teve início pela manhã na Biblioteca Municipal Prof. Sá Teles com os projetos Produções de Vídeos Estudantis – Prove e Festival Estudantil de Teatro – Feste e prosseguiu à tarde, na Praça dos Eventos, com exposições do Artes Visuais Estudantis – AVE e Educação Patrimonial e Artística – AVE e as apresentações dos projetos Tempos de Arte Literária – Tal, Mostra de Dança Estudantil – DanceFestival Anual da Canção Estudantil – FACE.Foto_materia2

Os alunos classificados em primeiro lugar em cada projeto participarão de uma pré-seleção para a etapa estadual, em Salvador.

Para acessar a lista dos premiados, clique aqui.

 

Virada Educacional promove atividades culturais e científicas em escolas estaduais

TransformaeMais de mil escolas da rede estadual de ensino realizaram nesta quinta-feira (21) a segunda Virada Educacional Transformaê. Através do projeto atividades artísticas, culturais, científicas e de prestação de serviço foram oferecidas a alunos, professores e gestores de todo o estado. O evento promovido pela Secretaria de Educação do Estado (SEC) durou 12h e teve como objetivo promover integração entre a escola e a comunidade. “O Transformaê é um movimento que busca ouvir e criar a interação entre as diversas áreas das artes, do conhecimento, da ciência, de maneira que isso possa fluir na escola”, afirmou o secretário de Educação Walter Pinheiro.

No NTE 03 o evento aconteceu em 26 das 44 escolas da rede estadual da Chapada Diamantina.Transformae2

NTE 03 divulga resultado final dos Jogos Estudantis da Rede Pública – JERP 2017

21731414_1884261841790881_8106125629510306175_o

 

O Núcleo Territorial de Educação da Chapada Diamantina – NTE 03 promoveu nos dias 14 e 15/09 (quinta e sexta-feira) a etapa regional dos Jogos Estudantis da Rede Pública (JERP) 2017 – Polo Seabra.

O evento foi realizado no Ginásio Municipal e participaram alunos da rede pública de diversas cidades como: Wagner, Utinga, Jussiape, (Caraguataí), Seabra, Iraquara, Ibitiara, Boninal, Piatã, Rio de Contas, Andaraí entre outras.

Foram realizadas competições de futebol (masculino e feminino), vôlei e xadrez.

Veja o resultado final:

 

FUTSAL FEMININO

1º LUGAR – Centro Educacional Manoel Teixeira Leite – Iraquara

2º LUGAR – Colégio Estadual Ruy Barbosa

 

FUTSAL MASCULINO

1º LUGAR – CEEP Letice Oliveira Maciel

2º LUGAR – Centro Educacional Manoel Teixeira Leite – Iraquara

 

VOLEI MASCULINO

1º LUGAR – Colégio Estadual de Seabra

2º LUGAR – Colégio Estadual Coronel Horácio de Matos – Piatã

 

XADREZ

1º LUGAR – ANDARAÍ – Colégio Estadual Profª Carmenilza de Araújo Lima de Matos

Alunos: Vinícius Passos dos Santos e Maisa Santos da Invenção Souza

2º LUGAR – Colégio Estadual Doutor Antonio Carlos Magalhães

Aluno: Luan Brandão Alcântara

NTE 03 divulga lista de selecionados para o 5º Encontro Estudantil da Chapada Diamantina

EPA

O NTE 03 encerrou nesta terça-feira (12/09), a etapa da pré-seleção para os Projetos Artísticos 2017.

Foram analisadas 179 obras dos projetos Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Tempos de Arte Literária (TAL), Educação Patrimonial e Artística (EPA), Produção de Vídeos Estudantis (PROVE), Mostra de Dança Estudantil (DANCE) e Festival Estudantil de Teatro (FESTE), que abrangem canções, álbuns, vídeos, produções textuais, danças e cenas de peças teatrais.

Os trabalhos foram minuciosamente analisados e bastante elogiados pelas comissões julgadoras, que ressaltaram o grande avanço no desempenho dos alunos, que usaram de muita criatividade nas suas criações.

Para acessar a relação dos classificados para a etapa territorial, clique aqui.

AVE

NTE 03 realiza mais uma fase dos Jogos Estudantis

21032457_10211470538896714_949007990052771822_nNeste mês de agosto aconteceu a fase II dos Jogos Estudantis da Rede Pública do estado da Bahia na Chapada Diamantina, do Núcleo Territorial de Educação – NTE 03 – Seabra.

Os jogos são de responsabilidade e articulação do NTE 03 – Núcleo Territorial de Educação – Seabra que tem como  diretor  territorial Mozart Xavier, coordenador pedagógico  em parceria com as prefeituras das cidades envolvidas.

São 44 escolas e 23 cidades envolvendo mais de 3 mil alunos diretamente e 8 mil alunos indiretamente da rede pública da região da Chapada Diamantina na categoria sub 17 nas modalidades de Futsal, Handebol, Vôley, basquete, Xadrez, atletismo em pelo menos uma das fases que compõe os Jogos. O JERP – Jogos Estudantis da Rede Pública acontecem em três fases:

Fase I – jogos realizados nas unidades escolares por professores de Educação Física e diretores escolares, onde acontecem os festivais, interclasses, gincanas esportivas, torneios e seletivas entre unidades escolares nos municípios com mais de uma unidade escolar da rede estadual;

Fase II – jogos realizados diretamente pelo NTE 03, dividindo em Pólos na modalidade de Futsal masculino e feminino.

A programação:

– 10/08 Pólo IBITIARA envolvendo Ibitiara, Novo Horizonte e Lagoa do Dionísio

– 18/08 Pólo Iraquara com as cidades de Iraquara, Lençóis, Palmeiras e Souto Soares;

– 22/08 Pólo de Bonito entre Bonito, Utinga e Wagner;

– 24/08 Pólo de Caraguataí – Jussiape entre as cidades de Jussiape, Abaíra, Boninal, Piatã e Rio de Contas;

– 31/08 no Pólo de Mucugê com as cidades de Mucugê, Ibicoara, Andaraí, Itaetê, Barra da Estiva, Nova Redenção e Marcionílio Souza.

Os classificados nos pólos e a escola classificada na seletiva da cidade sede Seabra seguem para a última fase: a Regional Seabra.

Fase III – Regional Seabra prevista para dia 14 e 15 de Setembro, no ginásio de Seabra onde os times vencedores dos pólos na modalidade de futsal, Vôley e Xadrez.

 

Acesse nosso Facebook e veja mais fotos no Flickr.

 

Comunidade escolar celebra aniversário de 60 anos do Colégio Estadual de Seabra

21105876_1551839588215903_1453762467600088616_n

O Colégio Estadual de Seabra, na região da Chapada Diamantina (a 456 Km de Salvador), completou 60 anos e para celebrar esta data, a comunidade escolar promoveu uma série de atividades comemorativas. Na programação, palestras e debates com ex-alunos, exposições, sarau litero-musical, apresentação de coral e inauguração da galeria em homenagem aos gestores que participaram da história da escola.

Além das atividades, que aconteceram durante toda a semana, o dia do aniversário foi celebrado com muita festa. “Realizamos atividades que contam a história do CES. Os ex-alunos contaram como era sua vida escolar, lembraram dos professores e da contribuição do colégio para suas vidas. Também realizamos uma exposição de fotos, de quadros e dos antigos fardamentos. Foi muito importante participar desta data tão significativa, conhecer os diretores que passaram, saber a trajetória deles, da etapa de cada um aqui, sendo enriquecedor fazer esse resgate histórico”, conta o diretor, João Bina Filho.

A estudante Ananda Dias, 17, 3º ano do Ensino Médio, participou do sarau e estava feliz por fazer parte deste capítulo da história do colégio. “Foi tudo muito lindo e emocionante. Participei das rodas de conversas com os egressos da escola e cantando no sarau. O CES tem muita história que muitos, assim como eu, não sabia. Gostei da exposição das antigas fardas e achei todas lindas”, pontua.

Para as comemorações, o Coral do CES foi resgatado e cerca de 24 estudantes emocionaram colegas e visitantes que assistiram as apresentações. Carlos Daniel Silva, 16 anos, também estudante do 3º ano, conta como foi a experiências de participar das homenagens. “Como a ideia era contar a história do colégio, resolvemos resgatar o coral que tinha aqui. Eu não tinha experiência nenhuma com canto, mas gostei. Foi muito legal a interação dos colegas, pois foi um coral misto, com estudantes de várias turmas e foi empolgante ver todos nos prestigiando”, pontua Daniel.

Servidores da Educação devem realizar recadastramento até domingo (27)

recadastramento

 

Os servidores estaduais da Educação (efetivos, REDA e cargos comissionados) da ativa que ainda não realizaram o recadastramento terão até domingo (27/08) para realizar a atualização cadastral. O recadastramento é obrigatório e  os servidores que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido poderão ter o vencimento suspenso – de acordo com o Decreto nº 15.960, que institui o recadastramento. O procedimento é simples, basta acessar o Portal do Servidor ou diretamente do site www.recadastramento2017.ba.gov.br.

Domingo (27/08) é o prazo limite do cadastramento foi prorrogado pelo Governo do Estado visando alcançar servidores que, por alguma razão, ainda não haviam efetivado seu recadastramento, seja por que se encontravam em período de férias, à disposição ou em readaptação, por exemplo. A lista completa das situações funcionais de servidores ativos que precisam realizar o recadastramento está disponível em FAQ no Portal do Servidor.

Além dos servidores concursados, ocupantes de cargos comissionados e contratados via REDA, também devem se recadastrar servidores do Executivo em disponibilidade para outros órgãos da Administração Direta e Indireta e tribunais, aos Poderes Legislativo e Judiciário e a outras esferas de governo, como municipal e federal. Ainda devem realizar o procedimento servidores em readaptação funcional, no cumprimento de mandato eletivo, estagiários e jovens aprendizes.

O objetivo da ação é a validação dos locais e jornada de trabalho dos servidores, bem como atualizar informações cadastrais dos servidores, a fim de operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado.

Procedimento
O recadastramento é um procedimento simples e contempla, basicamente, o preenchimento de um formulário. O acesso se dá com a mesma senha do contracheque online. Alguns campos – alteráveis ou não – já vão aparecer preenchidos na tela, com dados básicos. Os campos em branco, que forem de caráter obrigatório, deverão ser informados pelo servidor, assim como local de trabalho, regime de contratação e jornada de trabalho. Determinadas informações solicitadas no formulário serão específicas para cada secretaria. Segundo dados da SAEB, a Secretaria da Educação está entre os órgão de Estado com baixo registro de recadastramento.

Próximas etapas
Na segunda etapa do recadastramento, já iniciada, as Diretorias Administrativas de cada órgão vão cadastrar no sistema os nomes, números de matrículas e e-mails dos chefes imediatos de cada servidor. Já na terceira e última etapa, os chefes indicados pela coordenação de recursos humanos de cada unidade irão validar as informações fornecidas na primeira etapa, confirmando-as ou não.

Após a validação, a Corregedoria Geral da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (CGR/Saeb) será acionada no sentido de verificar as inconsistências e corrigi-las. Paralelamente, os dados validados ficarão numa base temporária e posteriormente comparados com os dados do Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH).

Implantado em fevereiro de 2015, através do Decreto nº 15.960, o recadastramento de ativos é realizado a cada dois anos. Em sua primeira edição, 148.281 servidores se recadastram. Do montante de servidores que não se recadastraram, 310 saíram da folha de pagamento, ou seja, deixaram de receber os vencimentos.

Prazo de recadastramento de servidores ativos do Estado encerra neste domingo (27/08)

20799950_1261137977331007_1989822317148198645_n

Os servidores estaduais da ativa que ainda não realizaram o recadastramento terão até domingo (27/08) para realizar a atualização cadastral. O recadastramento deve ser feito exclusivamente pela internet, aqui no Portal do Servidor ou diretamente do sitewww.recadastramento2017.ba.gov.br.

A prorrogação visa alcançar servidores que, por alguma razão, ainda não haviam efetivado seu recadastramento, seja por que se encontravam em período de férias, à disposição ou em readaptação, por exemplo. A lista completa das situações funcionais de servidores ativos que precisam realizar o recadastramento está disponível em FAQ no Portal do Servidor. Vale ressaltar que os servidores que não efetivarem a atualização cadastral no prazo estabelecido poderão ter o vencimento suspenso – de acordo com o Decreto nº 15.960, que institui o recadastramento.

O recadastramento é obrigatório para servidores concursados, ocupantes de cargos comissionados e contratados via REDA. Também devem se recadastrar servidores do Executivo em disponibilidade para outros órgãos da Administração Direta e Indireta e tribunais, aos Poderes Legislativo e Judiciário e a outras esferas de governo, como municipal e federal. Ainda devem realizar o procedimento servidores em readaptação funcional, no cumprimento de mandato eletivo, estagiários e jovens aprendizes.

O objetivo da ação é a validação dos locais e jornada de trabalho dos servidores, bem como atualizar informações cadastrais dos servidores, a fim de operacionalizar o sistema de recursos humanos do Estado.

Procedimento - O recadastramento é um procedimento simples e contempla, basicamente, o preenchimento de um formulário. O acesso se dá com a mesma senha do contracheque online. Alguns campos – alteráveis ou não – já vão aparecer preenchidos na tela, com dados básicos. Os campos em branco, que forem de caráter obrigatório, deverão ser informados pelo servidor, assim como local de trabalho, regime de contratação e jornada de trabalho. Determinadas informações solicitadas no formulário serão específicas para cada secretaria.

Até o início da manhã de hoje (14), dos 54 órgãos com servidores ativos a se recadastrarem – entre secretarias, empresas públicas e autarquias – 49 haviam alcançado mais de 80% de pessoas recadastradas. Destas, quatro já haviam concluído o recadastramento desde a semana passada: Gabinete do vice-governador, secretarias de Comunicação (Secom) e Desenvolvimento Econômico (SDE) e Centro Industrial do Subaé (CIS). Os cinco órgãos com percentual de recadastrados abaixo de 80% são o Irdeb, Casa Militar, Secretaria da Educação (SEC) e Fapesb.

Próximas etapas – Na segunda etapa do recadastramento, já iniciada, as Diretorias Administrativas de cada órgão vão cadastrar no sistema os nomes, números de matrículas e e-mails dos chefes imediatos de cada servidor. Já na terceira e última etapa, os chefes indicados pela coordenação de recursos humanos de cada unidade irão validar as informações fornecidas na primeira etapa, confirmando-as ou não.

Após a validação, a Corregedoria Geral da Secretaria da Administração do Estado da Bahia (CGR/Saeb) será acionada no sentido de verificar as inconsistências e corrigi-las. Paralelamente, os dados validados ficarão numa base temporária e posteriormente comparados com os dados do Sistema Integrado de Recursos Humanos (SIRH).

Implantado em fevereiro de 2015, através do Decreto nº 15.960, o recadastramento de ativos é realizado a cada dois anos. Em sua primeira edição, 148.281 servidores se recadastram. Do montante de servidores que não se recadastraram, 310 saíram da folha de pagamento, ou seja, deixaram de receber os vencimentos.

Bolsa Família: Escolas têm até 30 de junho para o cadastro da frequência dos estudantes

A Secretaria da Educação do Estado, por meio da Coordenação Estadual do Programa Bolsa Família, convoca todas as escolas da capital e do interior para a realização do cadastro bimestral do registro da frequência escolar dos seus estudantes, referente ao período de abril a maio de 2017. Nesta segunda fase do calendário de acompanhamento, o prazo se encerra no dia 30 de junho (sexta-feira). A coleta da Condicionalidade da Educação é realizada pelo Sistema Presença do Ministério da Educação e tem como objetivo acompanhar a vida escolar do estudante pertencente de família beneficiária do Programa Bolsa Família.
“É necessário que todas as escolas do Estado – sejam elas federais, estaduais, municipais ou particulares – registrem no sistema a frequência escolar das crianças e adolescentes com faixa etária entre 6 a 17 anos, matriculadas na unidade. Considerando que as unidades devem informar, pelo menos, 85% da frequência das crianças de 6 a 15 anos de idade e 75% da frequência dos jovens de 16 e 17 anos”, explica o coordenador estadual do Programa Bolsa Família, Marcos Pinho. Ele ressalta que muitos municípios ainda não realizaram ou não concluíram o cadastro e isto implica na garantia de benefícios para a descentralização dos recursos para essas cidades.
As Condicionalidades no Programa Bolsa Família são instrumentos de promoção e fortalecimento da gestão intersetorial e garantias de qualidade do programa e do Cadastro Único. Corresponde a uma forma de medir a cobertura e o acompanhamento das condicionalidades da Educação e da Saúde, refletindo no desempenho de cada gestão municipal. Na Condicionalidade da Educação, o Índice de Gestão Descentralizada dos Municípios (IGD-M) participa com 25%. É a partir desses índices que os valores são calculados e os recursos financeiros são repassados aos municípios diretamente do Fundo Nacional de Assistência Social para os Fundos Municipais de Assistência Social, respectivamente.
Bolsa Família – Trata-se de um programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade no Brasil. Foi criado em outubro de 2003 e faz parte do Plano Brasil Sem Miséria, reunindo diversas iniciativas para permitir que as famílias deixem a extrema pobreza, com efetivo acesso a direitos básicos e a oportunidades de trabalho e de empreendedorismo. A gestão do programa é descentralizada, ou seja, tanto a União, quanto os Estados, o Distrito Federal e os municípios têm atribuições em sua execução.
O Programa Bolsa Família –  previsto na Lei Federal nº 10.836/2004 e regulamentado pelo Decreto nº 5.209/2004 – possui três eixos principais: complemento da renda, acesso a direitos e articulação com outras ações.  Todos os meses, as famílias atendidas pelo Programa recebem um benefício em dinheiro, que é transferido diretamente pelo Governo Federal. Para isso, as famílias devem cumprir alguns compromissos (condicionalidades), que têm como objetivo reforçar o acesso à Educação, à Saúde e à Assistência Social, bem como a integração e a articulação de várias políticas sociais, a fim de estimular o desenvolvimento das famílias, contribuindo para elas superarem a situação de vulnerabilidade e de pobreza.

Secretaria da Educação do Estado divulga lista de  contemplados para o cursinho Universidade para Todos

UPT
 
A Secretaria da Educação do Estado divulgou, nesta quarta-feira (14), a lista dos estudantes contemplados para o curso Universidade Para Todos (UPT), que é preparatório para o vestibular e para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). São ofertadas 16.400 vagas para Salvador e mais 228 localidades da Bahia, nos 27 Territórios de Identidade. A ação é desenvolvida em parceria com as universidades estaduais UNEB, UEFS, UESB e UESC. A lista está disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).
 
A seleção foi feita através das médias de Português e de Matemática que foram lançadas pelos candidatos no ato da inscrição e que serão conferidas no ato da matrícula. A matrícula será realizada entre os dias 3 a 7 de julho, no local e turno que o aluno optou para estudar. Para se matricular, é preciso apresentar cópia e original do CPF, RG, comprovante de residência, além do Histórico Escolar do Ensino Médio e do Ensino Fundamental II. As aulas começam no dia 3 de julho e vão até dezembro de 2017.
 
O curso é voltado para egressos do Ensino Médio das redes estadual ou municipal do Estado da Bahia e para estudantes das redes públicas estadual ou municipal matriculados, em 2017, nas seguintes situações:  3º ano do Ensino Médio Regular ou suas modalidades correspondes, do 4º ano da Educação Profissional Integrada ao Ensino Médio ou suas modalidades correspondentes. Todos estes estudantes precisam ter concluído o Ensino Fundamental II (5ª à 8ª séries, atual 6º ao 9º ano ou modalidades correspondentes), e a 1ª e 2ª séries do Ensino Médio Regular ou modalidades correspondentes nas redes estadual ou municipal no Estado da Bahia. 
 
Mais sobre o UPT – O UPT oferece aulas regulares, de segunda a sexta-feira, de Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia, além de atividades complementares como seminários, oficinas, revisão para o ENEM, aulões, simulados e orientação vocacional. O curso oferece, ainda, material didático, fardamento e isenção da taxa de inscrição em processo seletivo das universidades estaduais aos alunos que apresentarem frequência igual ou superior a 75% das aulas ministradas.
Confira a lista dos contemplados no link (http://bit.ly/resultadoUPT) ou nos locais do curso.
Foto: Geraldo Carvalho